ESPECIAL AUTOR: YUKIO MISHIMA

Captura de ecrã 2016-03-31, às 22.07.07.png

Kimitake Hiraoka (nome original de Yukio Mishima) teve uma infância problemática marcada por eventos que mais tarde viriam a influenciar fortemente a sua literatura.

Ainda criança foi separado dos pais e passou a viver com a avó paterna. A avó mal deixava a criança sair de sua vista, de forma que Kimitake teve uma infância isolada.

Aos doze anos voltou a viver com os pais e começou a escrever suas primeiras histórias. O pai, um funcionário burocrático do governo, era totalmente contra as suas pretensões literárias, pelo que, nessa época, adoptou o pseudónimo Yukio Mishima, em parte para ocultar seus trabalhos literários do conhecimento paterno.

Forçado pelo pai, matriculou-se na Universidade de Tóquio onde se formou em Direito. Após a graduação conseguiu um emprego promissor no Ministério das Finanças. No entanto, tornou-se tão desgostoso que, por fim, conseguiu convenceu o pai a aceitar a sua carreira literária.

Consta que o pai, rude e disciplinador, terá dito que, já que era para ser escritor, era melhor que se tornasse o melhor escritor que o Japão jamais tivesse visto.

Ele, pelos vistos, obedeceu.

Por

Foto Francisca Prieto.JPG

Francisca Prieto

Advertisements